Rodrigo Pessoa será o porta-bandeira do Brasil em Londres

O Comitê Olímpico Brasileiro anunciou Rodrigo Pessoa como o porta-bandeira oficial da delegação brasileira na Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos. Medalha de ouro em Atenas 2004, Rodrigo disputará a sexta Olimpíada da carreira e ficou emocionado com a notícia.

—Este é um momento muito especial na minha carreira. Recebi a notícia com muita emoção. Foi uma surpresa bastante agradável. Disputar os Jogos Olímpicos é o sonho de qualquer atleta e estar à frente da delegação na Cerimônia de Abertura é um momento de muita honra. Depois de três medalhas olímpicas e chegando à minha sexta participação em Jogos, carregar a bandeira do país coroa a minha história olímpica. Espero ter um bom desempenho em Londres e representar muito bem o país nos Jogos Olímpicos

Além do ouro em Atenas, Rodrigo conquistou o bronze por equipe em Sidney 2000 e Atlanta 1996. O talento para a modalidade vem de berço. Ele é filho de Nelson Pessoa, considerado um dos melhores cavaleiros de todos os tempos. Carlos Arthur Nuzman, presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, explicou a decisão e o considera em um patamar único.

—Rodrigo Pessoa é um atleta que representa muito bem os Valores Olímpicos. Sua carreira repleta de glórias é uma inspiração para todos os atletas brasileiros. O exemplo de Rodrigo vem de família. Quando um atleta chega aos Jogos Olímpicos pela sexta vez atinge um patamar único.

A Rede Record mostrará a Olimpíada de Londres 2012 com exclusividade na TV aberta brasileira, e também pela internet, por meio do R7. A Record detém ainda os direitos de transmissão dos Jogos Pan-Americanos de Toronto 2015 e da Olimpíada do Rio de Janeiro 2016.

Veja todos os porta-bandeiras do Brasil em Jogos Olímpicos:

Antuérpia 1920 – Afrânio Antônio da Costa (Tiro Esportivo)
Paris 1924 – Alfredo Gomes (Atletismo)
Los Angeles 1932 – Antonio Pereira Lira (Atletismo)
Berlim 1936 – Sylvio de Magalhães Padilha (Atletismo)
Londres 1948 – Sylvio de Magalhães Padilha (Atletismo)
Helsinque 1952 – Mario Jorge da Fonseca Hermes (Basquete)
Melbourne 1956 – Wilson Bombarda (Basquete)
Roma 1960 – Adhemar Ferreira da Silva (Atletismo)
Tóquio 1964 – Wlamir Marques (Basquete)
Cidade do México 1968 – João Gonçalves Filho (Polo aquático)
Munique 1972 – Luiz Cláudio Menon (Basquete)
Montreal 1976 – João Carlos de Oliveira (Atletismo)
Moscou 1980 – João Carlos de Oliveira (Atletismo)
Los Angeles 1984 – Eduardo Souza Ramos (Vela)
Seul 1988 – Walter Carmona (Judô)
Barcelona 1992 – Aurélio Miguel (Judô)
Atlanta 1996 – Joaquim Cruz (Atletismo)
Sidney 2000 – Sandra Pires (Vôlei de praia)
Atenas 2004 – Torben Grael (Vela)
Pequim 2008 – Robert Scheidt (Vela)

Portal R7

 
 
Voltar Topo Indicar a um amigo Imprimir
 
JORNAL SÃO PAULO CENTER
Telefones: (11) 4653-3681 ou 9-9298-9006 - WhatsApp (11) 9-5847-9889 tim