no site na web Voltar ao inícioHomePesquisarPesquisarMapa do siteMapa do Site
Curso para Treinador de Futebol dias 08 de março de 2018 em Aruja SP

Após erros em pênaltis, Kleber celebra gols: 'A bola quis me beijar'

No Dia Internacional do Beijo, Gladiador brinca e diz que tudo deu certo na vitória sobre o Santo André. Lances curiosos deram mais dois gols à conta


Kleber teve dois pênaltis para bater. Kleber fez dois gols na vitória por 2 a 1 sobre o Santo André, nesta quarta-feira, na ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Nenhum deles, porém, foi em penalidade máxima. Os dois erros nas cobranças deixaram o Gladiador chateado, mas a bola insistiu em procurá-lo nos lances seguintes. Em duas jogadas curiosas - uma no rebote do pênalti e outra depois de um escanteio originado por defesa de Neneca, o camisa 30 aproveitou as chances e garantiu o resultado ao Verdão.
Na comemoração de um dos tentos, o atacante não economizou nos beijos para as câmeras. Afinal, era o Dia Internacional do Beijo, data ideal para o camisa 30 decretar seu relacionamento com a bola.

- Na verdade, deu tudo certo. A bola quis me beijar, ainda bem (risos) – brincou o Gladiador
Na primeira cobrança, aos 22 do primeiro tempo, Neneca alcançou a bola e fez grande defesa, mas espalmou nos pés do atacante, que se antecipou à zaga e fez o gol. Aos 24 da etapa final, uma nova defesa de Neneca ocasionou um escanteio. Na batida, Marcos Assunção encontrou Thiago Heleno cabeceou no travessão e a bola caiu nos pés de Kleber mais uma vez.


- Bati muito mal os pênaltis e acabou ajudando nas defesas do goleiro adversário, que teve seus méritos. Ainda bem que a bola sobrou depois, no primeiro pênalti, e eu estava no lugar certo para marcar o segundo. Mas erros como esses acontecem – afirmou Kleber.
Artilheiro absoluto do Palmeiras no ano, o Gladiador chegou a 13 gols em 2011. Nas comemorações desta quarta-feira, ele mandou beijos para as câmeras – dedicados aos pais. Depois, em tom de brincadeira, lamentou o fato de só ter os genitores para enviar as homenagens.

- O ruim é ir para casa e não ter ninguém para beijar. Por isso mandei beijo para meu pai e minha mãe, eles merecem - disse o Gladiador.



Fonte : Globo esporte


 
 
Voltar Topo Indicar a um amigo Imprimir
 
JORNAL SÃO PAULO CENTER
Telefones: (11) 3754-2364 ou 9-9298-9006 - WhatsApp (11) 9-5847-9889 tim