no site na web Voltar ao inícioHomePesquisarPesquisarMapa do siteMapa do Site

Prova da Fuvest não sofre reflexo da chuva em SP

Quem se antecipou aproveitou o tempo para retomar as matérias ou relaxar. O estudante Edson Fernando da Silva, 21 anos, retomava tópicos em um volume da "História Concisa do Brasil", almejando uma vaga no curso superior de História. "Retomo hoje só detalhes específicos, minha dificuldade mesmo é física", disse. Candidata ao curso de enfermagem, Luíza Messias, 17 anos, preferiu retomar o assunto com os amigos que encontrou. Não estava muito confiante em uma aprovação. "Tenho muita dificuldade com Exatas, a aprovação vai depender de como forem os outros (candidatos)", disse. Erina Mieko, 17 anos, também preferiu relaxar ao invés de retomar as matérias antes da última prova para a USP. "Já estudei o ano inteiro, já estudei o que tinha que estudar", explicou. A opinião unânime dos estudantes foi que a prova desta segunda complicou suas possibilidades de aprovação. A estudante Daniele Boldini, 18 anos, com quem o Terra conversou antes da prova, disse que o teste da véspera dificultou as possibilidades de classificação. "Não estou mais confiante, acho que a própria cobrança que me impus em Biologia por ser minha matéria preferida prejudicou", disse. Moradores de Jandira, na região metropolitana da capital, o estudante Caio Sório, 18 anos, que tenta uma vaga em Filosofia, e a mãe, Cristina, vieram de carro. Eles não tiveram dificuldade de locomoção desde casa até a USP. "Vim mais para dar um apoio mesmo", disse Cristina. O engenheiro civl Ubiracy de Souza, 50 anos, trouxe do bairro de Jardins a filha Tainá, 18 anos, que almeja o curso de Direito. Ele afirma que os problemas de alagamento pela manhã não causaram atraso. "Trouxe ela todos os dias sem a menor dificuldade", disse. Mesmo vizinhos do campus, moradores do Butantã, o casal Raffaele Caruncio, e Laura Caruncio trouxeram a filha Claudia e não têm queixas. "Viemos de carro, mas poderíamos ter vindo à pé", disse Raffaele.

 
 
Voltar Topo Indicar a um amigo Imprimir
 
JORNAL SÃO PAULO CENTER
Telefones: (11) 3754-2364 ou 9-9298-9006 - WhatsApp (11) 9-5847-9889 tim