no site na web Voltar ao inícioHomePesquisarPesquisarMapa do siteMapa do Site

A DESCRIÇÃO DO SCOUT DO JOGO COMO FERRAMENTA DE TREINAMENTO PARA GOLEIROS

O presente artigo é uma descrição de uma partida de futebol realizada na série B do campeonato paulista de futebol profissional. O objetivo deste estudo é a aplicação do scout como ferramenta para os treinamentos diários dos goleiros. Para a realização desta descrição utilizamos os seguintes materiais: formulário de scout, dois cronômetros, calculadora, prancheta, termômetro, GPS e uma máquina fotográfica. Após o preenchimento do formulário utilizamos o Word e o Excel na elaboração dos gráficos e texto. A leitura do jogo, as análises quantitativas e qualitativas e a percepção do desempenho do goleiro estão norteados na realidade da partida e na dissertação do preparador de goleiros da equipe. Após a descrição e quantificação discutiremos com os atletas as possibilidades de segmentar os treinamentos de acordo com as necessidades ocorridas durantes os últimos jogos, ou seja, o treino deverá ser um prosseguimento de uma partida. Segue abaixo a descrição da atuação do goleiro e das equipes.

Ficha da Partida:

Goleiro: Carlos de Siqueira Leite: 1,81m, 80kg (1990)

Jogo: Palestra 2 X 2 Guarulhos

Local e Data: Estádio Baetão (São Bernardo) – 28/05 às 19:30h

Temperatura: Início do jogo: 18º C e ao final da partida: 15º C.

Condições Climáticas: Tempo nublado com garoa perene (umidade relativa: 82%).

Condições do Gramado: Grama Sintética molhada e com dejetos de areia.

Descrição e Estatística:

1º Tempo: 47 minutos: 26 minutos de bola em jogo = 55,3% de bola rolando

Posse de Bola: 16 minutos Palestra = 61,5% de posse

Posse de Bola: 10 minutos Guarulhos = 38,4% de posse

2º Tempo: 48 minutos: 29 minutos de bola em jogo = 60,4% de bola rolando

Posse de Bola: 15 minutos Guarulhos = 51,7% de posse

Posse de Bola: 14 minutos Palestra = 48,2% de posse

Gols

- 29 minutos do segundo tempo: Palestra: falta rasteira batida da entrada da grande área do lado esquerdo do ataque. Bola rasteira no canto esquerdo do goleiro, barreira armada do lado direito;

- 30 minutos do segundo tempo: Guarulhos: saída do meio campo, batida longa alta;

- 33 minutos do segundo tempo: Palestra: escanteio pela esquerda do ataque, bola alçada longa e escorada de cabeça para dentro da pequena área e cabeceio da entrada central da pequena área;

- 35 minutos do segundo tempo: Guarulhos: falta cobrada do lado direito do ataque, cruzamento de pé esquerdo, cabeceio com rebote do goleiro e escorou com o pé pro gol.


Performance do Goleiro

Durante toda a partida foram executados 10 tiros de meta de bola longa, ultrapassando o circulo central, sendo 7 pelo lado esquerdo e três pelo lado direito, todos foram batidos com a perna direita, 7 delas foram interceptados pelo adversário. Dos 5 encaixes foram 2 com bolas altas, 2 rasteiras e 1 meia altura, demonstrando segurança no campo molhado. As espalmadas se dividiram em 1 alta e 2 meia altura, uma delas de extrema dificuldade, devido á alta velocidade, alto poder de explosão e reação. Os 4 socos foram em bolas altas. A única cama foi de uma bola muito próxima de um desvio de escanteio. Apenas uma cintura no centro do gol. Foram 9 reposições, 7 com os pés, sendo 6 longas e 1 curta, 2 com as mãos, 1 longa outra curta. Houve 3 reposições executadas em forma de falta no próprio campo. Dois tapas com grande eficiência, 1 meia altura e outro alto. Houve dois momentos de indecisão em cruzamentos que passaram próximos à pequena área. Precisou armar a barreira durante 5 vezes, 3 delas pelo lado esquerdo do ataque adversário e apenas uma frontal e outra pela direita. Não houve defesa em bola rasteira com deslize no chão. Foram 5 saltos com acertos no tempo de bola. Foram 8 saídas, 6 frontais e 2 laterais, 4 delas com os pés. O goleiro orientou da equipe durante 21 vezes, 15 delas como forma defensiva e 6 ofensiva, sendo que a equipe adversária atacou 42 vezes. Houve uma contusão logo no terceiro minuto de jogo em uma bola dividida no chão.


Ao todo foram 21 bolas em direção ao gol do Guarulhos, sendo 18 acertos do time adversário. O Guarulhos atacou 16 vezes com 12 acertos em direção ao gol adversário. O Palestra obteve, durante todo o jogo, cerca de 30 minutos de posse de bola, ou seja, a cada 1,4 minutos a bola era arrematada. O Guarulhos obteve, durante todo o jogo, cerca de 25 minutos de posse de bola, ou seja, a cada 1,6 minutos a bola era arrematada. Dos 18 chutes em direção ao gol do Guarulhos, foram 14 bolas batidas com bola rolando, sendo 5 pelo lado esquerdo da defesa, 4 no centro e 5 pelo lado direito da defesa.

Marcos Timóteo Rodrigues de Sousa

Treinador de goleiros A. D. Guarulhos

marcossousa@hotmail.com

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
 
Voltar Topo Indicar a um amigo Imprimir
 
JORNAL SÃO PAULO CENTER  -  AESCALADA - ACADEMIA BRASILEIRA DE ESPORTES
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS TREINADORES ESPORTIVOS E PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO FÍSICA
Telefones: (11) 4395-0925 ou WhatsApp (11) 9-5847-9889
  Nipotech