no site na web Voltar ao inícioHomePesquisarPesquisarMapa do siteMapa do Site

O APOIO DOS PAIS FAZ TODA A DIFERENÇA NA CARREIRA DO ATLETA

Jogadores do time Arujaense Esporte Clube falam sobre a importância do apoio dos pais no futebol e mostram que para realizar sonhos é preciso ter persistência

Rosângela Oliveira


 

Jornal São Paulo Center: Você já teve alguma decepção no futebol? (Se sim, como conduziu a situação?)



Atleta: Éric Costa  Posição: Meio-campo   Foto: Arquivo pessoal

Éric Costa: Sim, quando eu estava jogando pelo Vênus a segundinha que é pelo profissional. A decepção que eu tive foi com a arbitragem, pois foi muito complicada, acabaram prejudicando a nossa equipe e fez com que nosso time fosse eliminado, e isso foi muito decepcionante para a arbitragem paraense.




Atleta: Norbert Cunha  Posição: Lateral-esquerda  Foto: Arquivo pessoal

Norbert Cunha: Sim, eu tive várias decepções, mas aprendi que nem tudo é como nós queremos e sim como Deus quer, tudo no tempo de Deus e é só ter fé que um dia vai dar certo.

 



Atleta: Robério Borges Posição: Ponta-esquerda/ Atacante  Foto: Arquivo pessoal

Robério Borges: Não, nunca. 

Elielson Souza: Sim, quando estava em São Paulo passei por muitas dificuldades, mas tirei muito aprendizado, hoje sei que nada é fácil e que as coisas que acontecem na nossa vida é para melhorar.

Luan Souza: Sim. Sou uma pessoa que procura transformar tudo em aprendizado, o trauma que faz você se sentir o "vilão" da derrota do seu time é bastante frustrante, mas acho que isso fez eu criar muita maturidade para saber lidar com situações como essa. 

Erenilson Moraes: Não!

Silvio Soares: Até agora não. 

Ricardo Campos: Não.

Renato Cardoso: Sim, quando teve oportunidade no time profissional e me contundi semanas antes, me esforcei na recuperação e no final consegui ir para o jogo.  

Natan Oliveira: Sim, por não ser valorizado em um clube.

Tiago Santos: Sim, quando perdi um jogo importante, conduzi à situação com treinos.

  

Jornal São Paulo Center: Na sua opinião o que faz um atleta desistir de jogar? Já passou pela sua cabeça a ideia de desistir? (Se sim, por que?)

Éric: Às vezes o atleta desiste dos seus sonhos por falta de incentivo, principalmente da família e por causa das críticas. Nunca passou pela minha cabeça desistir do meu grande sonho, sempre tive o apoio dos meus amigos, treinadores e principalmente da minha família.

Norbert: Sim, várias vezes. Na minha opinião em muitos casos é a família que deixa a pessoa sem ânimo para continuar.

Robério: Simplesmente os maus pensamentos, e a vontade de desistir. Na maioria das vezes o atleta não consegue ser forte.  Nunca Passou, porque o meu objetivo é chegar no topo e é isso que vou conseguir.




Atleta: Elielson Souza Posição: Lateral esquerdo/ Meia-esquerda  Foto: Arquivo pessoal

Elielson: As oportunidades, quando não aparecem isso faz com que o atleta desanime um pouco chegando ao ponto de desistir. Sim, pelo fato de não ter muito apoio e oportunidades. 




Atleta: Luan Souza  Posição: Zagueiro   Foto: Arquivo pessoal

Luan: Problemas financeiros, familiares ou até mesmo a falta de oportunidades, faz com que um atleta desista de jogar. Eu particularmente aos 17 anos já estava pensando em desistir, pois um jovem de família humilde tem que escolher entre sonhar ou sobreviver. 

Erenilson: A falta de oportunidades e muitas vezes falta de apoio.  Não, eu quero viver de futebol, e tirei de mim a opção de desistir!

Silvio: Na minha opinião para um jogador desistir do futebol é porque não tem o apoio da família.  É muito importante no futebol ter o apoio da família. 

Ricardo: Sim, porque as vezes temos muitas dificuldades com transporte para ir aos treinos e várias outras coisas pessoais dentro de casa.
Renato: A idade avançada é um fator que traz desânimo.

Natan: Quando a idade vem chegando, bate uma vontade de desistir.

Tiago: Sim, porque hoje em dia o futebol tem muita máfia e muita dificuldade também.

 

Jornal São Paulo Center: Seus pais te apoiam a jogar futebol? Por que é importante o apoio dos pais?
Éric: Sim, sempre me apoiaram, me incentivaram e sempre recebi muitos conselhos. 

Norbert: Sim, meu pai me apoia, minha mãe nem tanto.  O apoio dos pais é essencial para a carreira do filho.  Saber que os pais estão do nosso lado, nos apoiando traz calmaria!

Robério: Sim, me apoiam bastante, e o apoio deles é importante porque assim saberei que um dia eles terão orgulho de mim.

Elielson: Sim, minha família sempre me apoiou nas minhas decisões.  É muito importante ter o apoio da família, pois fazemos isso para ajudá-los e com o apoio deles tudo fica mais fácil. 

Luan: Meu pai é a única pessoa que nunca me apoiou em relação ao futebol, para ele eu deveria trabalhar e estudar, e isso na verdade me dá motivação para um dia ele perceber que está errado, mas graças a Deus minha mãe, avó e meu padrinho sempre me deram toda a força e incentivo que eu preciso.

 


Atleta: Erenilson Moraes  Posição:Goleiro  Foto: Arquivo pessoal

Erenilson: Sim, eles são os melhores quando se trata de me apoiar e principalmente quando se trata dos meus sonhos!

 

 


Atleta: Silvio Soares  Posição:Volante  Foto: Arquivo pessoal

Silvio: Sim. O apoio dos pais é importante na carreira de qualquer jogador.

Ricardo: Sim, eles me apoiam. O apoio dos pais é importante, porque eles que vão te incentivar a não desistir e sempre lutar pelo seu sonho.

Renato: Apoiam. É importante pela força, incentivo, apoio financeiro, etc.

Natan: Sim, é muito incentivador no dia a dia.
Tiago: Sim, ter apoio de pessoas que a gente ama é muito importante para nossa carreira.


Jornal São Paulo Center: Na sua opinião os atletas que tem o apoio dos pais se desenvolve melhor em campo?  

Éric: Acredito que sim, ver o esforço que os familiares fazem para que possamos ter uma condição melhor e ter o incentivo deles é fundamental para que possamos alcançar os nossos objetivos.

Norbert: Sim e muito, porque a família vai acompanhar os treinos, jogos, observar os erros, acertos do atleta e vai ajudar a melhorar o psicólogo que é umas das coisas mais importantes para que o atleta não desista! 

Robério: Sim com certeza, porque sabem que as pessoas que os amam de verdade estarão apoiando-os no futebol.

Elielson: O apoio dos pais é muito bom, mas só com o apoio você não terá um bom desenvolvimento dentro de campo tem que focar ao máximo nos treinos para ter um bom desenvolvimento dentro de campo.

Luan: Sim, porque quando o atleta tem o apoio da família, consegue ter um rendimento melhor. Os problemas "extras em campo" afetam bastante no desempenho de qualquer atleta.

Erenilson: Sim, pois sabemos que tem alguém confiando na gente do lado de fora das quatro linhas e fazemos de tudo para não os desapontar!

Silvio: Na minha opinião sim, porque o apoio dos pais é muito importante para o desenvolvimento de um atleta.




Atleta: Ricardo Campos    Posição:Lateral direito   Foto: Arquivo pessoal

Ricardo: Na minha opinião sim, porque vários atletas desistem pelo fato de não ter apoio.





Atleta: Renato Cardoso   Posição:Zagueiro   Foto: Arquivo pessoal

Renato: Não, vai do potencial de cada um, dedicação e treino. 

Natan: Sim, porque a consciência fica melhor.

Tiago: Sim, quanto mais apoio você tiver, melhor e seu desempenho dentro de campo, ainda mais tendo o apoio dos seus pais.

 

Jornal São Paulo Center: Qual conselho você dá para quem não tem o apoio da família para jogar futebol? 

Éric: O conselho que eu dou é que acredite em si mesmo e quando a oportunidade aparecer agarrar ela.
Norbert: Não desista dos seus sonhos, pois só você pode ir em busca deles.  Se você ter fé e foco, você consegue passa por essa barreira.

Robério: Siga firme parceiro, e faça valer a pena. Um dia você mostrará para eles o porquê continuou.

Elielson: Não desistir e continuar treinando que vai valer a pena.
Luan: O conselho que eu dou é que nunca desista, seja forte e lute por aquilo que deseja da forma mais honesta, que um dia você será recompensado. Como diz aquele velho ditado: "Quem trabalha, Deus ajuda".

Erenilson: Persistir, nunca baixar a cabeça, e sempre procurar melhorar a cada dia, independente do que vão falar ou pensar!

Silvio: Nunca desista dos seus objetivos.

Ricardo: Que nunca desista dos seus sonhos e trabalhe duro que lá na frente será recompensado com a vitória, pois quem trabalha Deus ajuda.

Renato: Siga seu sonho, treine dobrado nem que seja sozinho e uma hora a oportunidade chega.





Atleta: Natan Oliveira Posição:Volante  Foto: Arquivo pessoal

Natan: Sempre manter o foco, e nunca desistir.



Atleta: Tiago Santos Posição:Meio-campo e Ponta-direita   Foto: Arquivo pessoal

Tiago: O conselho que eu dou é nunca desistir, fazer o que realmente ama e se esforçar por isso, porque cada pingo de suor será recompensado.


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 
 
Voltar Topo Indicar a um amigo Imprimir
 

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS TREINADORES ESPORTIVOS E PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO FÍSICA
JORNAL SÃO PAULO CENTER  -  AESCALADA - ACADEMIA BRASILEIRA DE ESPORTES
Telefones: (11) 4395-0925 ou WhatsApp (11) 9-5847-9889