METRÔ ESTENDE FUNCIONAMERNTO DE ESTAÇÕES PRÓXIMAS AOS ESTÁDIOS ATÉ MEIA-NOITE E MEIA

'Pensaram na TV Globo e não nos trabalhadores', diz presidente do sindicato dos metroviários 3072 Compartilhar ''Pensaram na TV Globo e não nos trabalhadores', diz presidente do sindicato dos metroviários' Compartilhar ''Pensaram na TV Globo e não nos trabalhadores', diz presidente do sindicato dos metroviários' Compartilhar ''Pensaram na TV Globo e não nos trabalhadores', diz presidente do sindicato dos metroviários' Getty Metroviários de São Paulo não farão greve nesta quinta-feira Metrô e CPTM vão funcionar até mais tarde em dias de jogos O governo paulista anunciou nesta terça-feira uma mudança no horário de funcionamento do metrô e dos trens de São Paulo em dias de jogos às 22h, depois dos problemas na única partida que teve até agora em Itaquera, na quarta passada. Para o presidente do sindicato dos metroviários, a medida atende única e exclusivamente à "TV Globo" e desconsidera os torcedores. Saiba Mais Mano Menezes Ralf Treino Corinthians 25/07/2014 Aproveitamento corintiano é de campeão, mas Mano espera mais pelo título Cadeiras na Arena Corinthians foram quebradas por torcedores do Palmeiras Torcedores do Palmeiras quebram cadeiras na Arena em Itaquera Vista da Arena Corinthians, que receberá Brasil e Croácia na próxima quinta-feira Corinthians mantém ingressos de até R$ 400 e aposta em estacionamento para vendê-los Sem metrô depois de 0h19, torcedores do Corinthians saem durante o jogo e perdem 3º gol Dificuldade para sair da Arena Corinthians retoma debate sobre culpados: Globo ou Metrô? Segundo Altino Prazeres, com o número de funcionários que estão à noite atualmente no Metrô, será impossível dar um bom atendimento para as pessoas que vão aos estádios de futebol acompanhar os seus times durante a semana. "É uma decisão que não pensa nos torcedores. Além de torcedores, eles são trabalhadores. Mesmo com o metrô aberto, eles demoram para chegar em suas casas e ainda têm de ir ao trabalho no dia seguinte. Por que não se muda o horário do jogo? É uma decisão que só atende à TV Globo. A cartolagem parece que prefere desse jeito também. Não quer bater de frente", afirmou, para o ESPN.com.br. "O que posso te dizer é que diante da situação é claro que preferimos que o metrô fique aberto até mais tarde, mas é um absurdo que isso tenha de ser assim por conta de uma televisão. Com o número de pessoas que trabalham à noite, não vamos poder dar o melhor serviço para as pessoas que vão pegar o transporte no fim da noite. Ou a empresa contrata mais gente ou vai ser difícil para todo mundo", completou. Ainda de acordo com Altino Prazeres, o sindicato tem um posicionamento de brigar para que o funcionamento do transporte público de São Paulo funcione 24 horas, mas não por causa de uma determinação de uma televisão. "Nós já fomos procurados por parlamentares e temos esse posicionamento. Nosso posicionamento é também de atender bem a população, da melhor forma possível. Hoje seria impossível um transporte 24 horas. Não comporta porque é mal administrado e porque tem poucos funcionários. Mas é uma coisa que defendemos", explicou. "O que me deixa inconformado é que tem uma decisão muito mais fácil nesse caso, que é a de mudar o horário do jogo. Não é só uma questão do transporte público. O cara que vai de carro para lá tem de voltar para a casa de madrugada, se arriscando, por causa de uma TV. O outro fica procurando um ônibus que não passa mais, por causa da cartolagem que só pensa nela. É um absurdo, na minha opinião", finaliza. 'Pensaram na TV Globo e não nos trabalhadores', diz presidente do sindicato dos metroviários 3072 Compartilhar ''Pensaram na TV Globo e não nos trabalhadores', diz presidente do sindicato dos metroviários' Compartilhar ''Pensaram na TV Globo e não nos trabalhadores', diz presidente do sindicato dos metroviários' Compartilhar ''Pensaram na TV Globo e não nos trabalhadores', diz presidente do sindicato dos metroviários' Getty Metroviários de São Paulo não farão greve nesta quinta-feira Metrô e CPTM vão funcionar até mais tarde em dias de jogos O governo paulista anunciou nesta terça-feira uma mudança no horário de funcionamento do metrô e dos trens de São Paulo em dias de jogos às 22h, depois dos problemas na única partida que teve até agora em Itaquera, na quarta passada. Para o presidente do sindicato dos metroviários, a medida atende única e exclusivamente à "TV Globo" e desconsidera os torcedores. Saiba Mais Mano Menezes Ralf Treino Corinthians 25/07/2014 Aproveitamento corintiano é de campeão, mas Mano espera mais pelo título Cadeiras na Arena Corinthians foram quebradas por torcedores do Palmeiras Torcedores do Palmeiras quebram cadeiras na Arena em Itaquera Vista da Arena Corinthians, que receberá Brasil e Croácia na próxima quinta-feira Corinthians mantém ingressos de até R$ 400 e aposta em estacionamento para vendê-los Sem metrô depois de 0h19, torcedores do Corinthians saem durante o jogo e perdem 3º gol Dificuldade para sair da Arena Corinthians retoma debate sobre culpados: Globo ou Metrô? Segundo Altino Prazeres, com o número de funcionários que estão à noite atualmente no Metrô, será impossível dar um bom atendimento para as pessoas que vão aos estádios de futebol acompanhar os seus times durante a semana. "É uma decisão que não pensa nos torcedores. Além de torcedores, eles são trabalhadores. Mesmo com o metrô aberto, eles demoram para chegar em suas casas e ainda têm de ir ao trabalho no dia seguinte. Por que não se muda o horário do jogo? É uma decisão que só atende à TV Globo. A cartolagem parece que prefere desse jeito também. Não quer bater de frente", afirmou, para o ESPN.com.br. "O que posso te dizer é que diante da situação é claro que preferimos que o metrô fique aberto até mais tarde, mas é um absurdo que isso tenha de ser assim por conta de uma televisão. Com o número de pessoas que trabalham à noite, não vamos poder dar o melhor serviço para as pessoas que vão pegar o transporte no fim da noite. Ou a empresa contrata mais gente ou vai ser difícil para todo mundo", completou. Ainda de acordo com Altino Prazeres, o sindicato tem um posicionamento de brigar para que o funcionamento do transporte público de São Paulo funcione 24 horas, mas não por causa de uma determinação de uma televisão. "Nós já fomos procurados por parlamentares e temos esse posicionamento. Nosso posicionamento é também de atender bem a população, da melhor forma possível. Hoje seria impossível um transporte 24 horas. Não comporta porque é mal administrado e porque tem poucos funcionários. Mas é uma coisa que defendemos", explicou. "O que me deixa inconformado é que tem uma decisão muito mais fácil nesse caso, que é a de mudar o horário do jogo. Não é só uma questão do transporte público. O cara que vai de carro para lá tem de voltar para a casa de madrugada, se arriscando, por causa de uma TV. O outro fica procurando um ônibus que não passa mais, por causa da cartolagem que só pensa nela. É um absurdo, na minha opinião", finalizou. Corinthians Brasileiro - Série A Santos São Paulo Atlético-MG Vasco Cruzeiro Botafogo Futebol Flamengo Fluminense Grêmio Internacional Coritiba Copa Libertadores Náutico Bahia Ponte Preta Futebol Nacional Criciúma Vitória Portuguesa Goiás Atlético Paranaense 170 Comentários Publicidade Mais lidas Todas Notícias Videos Posts 1. Chamado de mau-caráter e ligado a orgia e prostituta, Neymar pai aciona ... 2. Futebol nos Estados Unidos derruba última barreira para superar Brasil: ... 3. Toma lá, dá cá: Corinthians fatura três vezes mais que o Flamengo 4. Sensação, filho de Nelsinho estuda Simeone e crava: 'Guardiola não aguen... 5. Tite pensa em clube europeu e se prepara para isso. Ele não será o novo ... 6. Minha falta de paciência com a CBF é inacreditável! Eu colocaria o Paulo... METRÔ ESTENDE FECHAMENTO DE ESTAÇÕES ATÉ MEIA-NOITE E MEIA EM DIAS DE JOGOS ÀS 22 HORAS. A MEDIDA VALE APENAS PARA AS ESTAÇÕES PRÓXIMAS AOS ESTÁDIOS DE FUTEBOL EM SÃO PAULO. Em reunião realizada nesta terça-feira (29/07) entre os secretário dos Transportes Jurandir Fernandes e do Planejamento Júlio Semeghini com Mário Gobbi, presidente do Corinthians, a Companhia do Metrô decidiu ampliar o horário de funcionamento do Metrô em dias de jogos no horário das 22 horas em São Paulo. A decisão vale para o Itaquerão, estádio do Corinthians, e também para o Pacaembu ( Estação Clínicas), Canindé (Estação Portuguesa-Tietê), Morumbi (Estação Butantã) e para o novo estádio do Palmeiras, que está em construção, na estação Palmeiras-Barra Funda. Nos dias de jogos nesses estádios, às 22 horas, as estações do Metrô, apenas essas próximas aos estádios, fecharão à 00h30 (meia-noite e meia) e as estações da CPTM (trens metropolitanos), à 00h50. As estações de trens e Metrô que fazem integração serão liberadas. Com isso, os torcedores ganham, em Itaquera, mais 11 minutos, já que o horário normal de fechamento desta estação é a 00h19.

 
 
Voltar Topo Indicar a um amigo Imprimir
 
JORNAL SÃO PAULO CENTER
Telefones: (11) 3374-3333 ou 9-9298-9006 - WhatsApp (11) 9-5847-9889 tim
  Site Super